A origem da cárie é diferente da doença periodontal?

4 minutos para ler

 

Ao contrário do que muitos imaginam, a etiologia da cárie é diferente da origem da doença periodontal. A cárie é uma doença comum em salivas de PH ácido enquanto a doença da gengiva têm correlação com a “placa bacteriana” num PH básico, porém há mais diferenças de causas, Tratam-se de doenças distintas e que requerem atenção, cuidados preventivos e tratamentos diferenciados para manter a saúde bucal completa.

A seguir, descubra algumas características de ambas e saiba como distinguir um problema do outro.

Cárie dentária

Muito comum e com grande incidência no terceiro mundo, a cárie pode ser considerada um problema de saúde pública preocupante.

Alguns fatores são apontados como causadores da cárie dentária. Em geral, este problema está relacionado a três situações: hábitos alimentares (dieta com frequente consumo de açúcares industrializados); características do paciente (formação de dentes e quantidade e tipo de saliva) e a presença de bactérias, também conhecidas como microrganismos cariogênicos.

Com a junção desses três fatores, a cárie destrói os dentes, prejudicando sua estrutura até mesmo a perda do dente afetado.

Histórico da cárie

A palavra cárie tem origem no termo “cariosus”, que, no latim, significa destruição e putrefação. Inicialmente, havia muitas especulações sobre o surgimento da doença, que tem seus primeiros registros em fósseis de 2 milhões a 800.000 anos A.C.

Quiz Invisalign

Contudo, o primeiro estudioso a dar bases científicas e teóricas para a cárie foi o dentista norte-americano Willoughby Dayton Miller (1853-1907), definindo que a doença era resultado da ação de fermentação da saliva com presença de bactérias em contato com açúcares industrializados.

O consumo de açúcar industrializado, mesmo “diluído” em alimentos por mais de 3 vezes ao dia aumenta a incidência de cárie, apesar do uso da escova de dente e do fio dental, isto é, em estudos populacionais, comer doce toda hora dá mais cárie, mesmo se continuar escovando os dentes.

Doença periodontal

Já a doença periodontal, que também é uma das grandes inimigas da saúde bucal, a placa bacteriana independe do ter ou não açúcar em sua composição. Na doença periodontal, o início se manifesta com sangramento à escovação sem dor mas, progride para a periodontite, onde o dentista encontra uma cavidade entre a gengiva e os dentes que acumula ainda mais placa bacteriana e, até que o profissional faça o tratamento, vai evoluindo e destruindo o osso que suporta os dentes. 

A doença também pode levar à necessidade de extração dos dentes doentes, mesmo sem dor, não apenas em crianças, mas, principalmente em adultos. Entre os fatores que podem piorar a doença periodontal estão a Diabetes, alguns medicamentos, mudanças hormonais (mulheres grávidas ou na menopausa) e consumo de bebidas alcoólicas ou drogas. Mas, lembrem se que a causa é a falta de remoção da sujeira de forma correta e é uma doença que raramente vai doer o dente porque ela afeta o osso e a gengiva de suporte do elemento dentário.

 

Neste post reunimos algumas informações sobre a doença periodontal e a cárie dentária, doenças que podem se confundir, mas com um bom profissional é possível diferenciá-las e tratá-las adequadamente.

Achou o tema do artigo interessante? Assine a nossa newsletter e receba novos conteúdos sobre saúde bucal!

Att, CD Dr. Alberto dos R Condé Jr crogo6411
Posts relacionados

Deixe um comentário

× Gostaria de agendar uma consulta?