Aparelho dental infantil: o seu filho precisa usar?

4 minutos para ler

Ter um sorriso perfeito é o objetivo de muitas pessoas, mas, principalmente, dos seus filhos. Saúde bucal em primeiro lugar é o “jargão”. No entanto, uma das dúvidas mais frequentes nesse caso é com relação à necessidade do uso do aparelho dentário infantil. Afinal, em que idade a criança pode começar a usá-lo? Quando ele é necessário? Confira as respostas no texto de hoje!

Quando a criança pode começar a usar o aparelho?

Normalmente, é a partir dos três anos de idade que alguns problemas ortodônticos, como desvios ósseos da mandíbula e na maxila, podem ser percebidos. É possível notar, por exemplo, quando a criança está com o queixo mais para frente. No entanto, devido a necessidade de maturidade para usar o aparelho é que, somente a partir dos seis anos de idade é que se pode analisar se compensa ou não iniciar um tratamento preventivo e interceptivo, por meio dos aparelhos móveis.

Tratamentos preventivo e interceptivo

Esses tratamentos são feitos durante a fase em que a criança tem dentes de leite ou está passando pela troca deles. O aparelho móvel pode ajudar, reduzindo problemas ósseos da boca, como a mordida cruzada, por exemplo. Ele também pode ser necessário para recuperar os espaços para o nascimento dos novos dentes caso a criança tenha perdido dentes muito antes do tempo correto.

A postura da língua na boca também pode ser um bom motivo para a utilização do aparelho dentário infantil móvel, já que ela pode empurrar os dentes. Nesse caso, junto com o aparelho, também pode ser necessário realizar alguns exercícios de postura lingual e, em casos mais graves, o tratamento com um fonoaudiólogo. Em 10% desses casos, existe benefícios de se usar o aparelho quando criança e, depois, o fixo, quando adolescente. 

A duração do tratamento é de poucos meses, sempre seguido de um acompanhamento constante que visa analisar a transição dos dentes mistos com os permanentes. Caso seja necessário, depois a criança pode usar um aparelho de manutenção ou contenção para dormir.

Quiz Invisalign

Tratamento corretivo

Quase em todos os casos, é preciso realizar o tratamento corretivo para alinhar os dentes, além de refinar a oclusão. Somente depois que quase todos os dentes tiverem sido trocados — com exceção dos segundos e terceiros molares — é possível usar os aparelhos fixos, que são encontrados em vários tipos de dispositivos.

Vantagens do uso do aparelho dentário infantil

Realizar o tratamento ainda durante a infância pode solucionar problemas pontuais e dar equilíbrio à mastigação mas, repito, a indicação deve ser bem específica pois, todos os problemas podem ser corrigidos com o aparelho fixo na adolescência. Ele também pode proporcionar uma saúde bucal desde cedo, mostrando à criança a importância de cuidar da higiene bucal e fazendo com que ela se acostume desde cedo a ir ao dentista.

Além disso, embora seja raríssimo, alguns dos problemas dentais podem causar transtornos no âmbito social, levando seu filho ao isolamento. Nem sempre as diferenças são bem aceitas pelos pequenos e, ao notar que tem dentes desalinhados ou outras diferenças, a criança pode se afastar de seus colegas. Mas, frequentemente, são os pais que estão desnecessariamente preocupados com os filhos e, fica o alerta de jamais transferir essa ansiedade para os pequenos.

Vale lembrar que somente um profissional consegue definir o momento ideal para a colocação do aparelho dentário infantil e qual o tratamento certo para cada criança, já que existem muitos fatores que influenciam nessas questões. Portanto, é importante levar a criança para uma avaliação, acompanhando o desenvolvimento dos dentes e personalizando a indicação e o momento ideal de tratamento dos dentes.

Gostou do artigo? Então siga-nos no Facebook e no Instagram para ter acesso a muitas outras informações interessantes como estas ou envie Whatsapp (62) 9 84008882 e recebe as dicas sobre saúde bucal do CD Dr Alberto dos R Condé Jr CROGO6411 semanalmente!

Posts relacionados

Deixe um comentário

× Gostaria de agendar uma consulta?