Clareamento dental deixa os dentes fracos? Entenda aqui!

Tempo de leitura: 7 minutos

 

Não há dúvidas de que um belo sorriso traz uma série de benefícios! Fugir do temido efeito amarelado e alcançar um visual clean é possível com o clareamento dental. O procedimento pode melhorar não só a estética, mas também a autoestima e o bem-estar de muitos pacientes.

Esse fato faz com que, a cada dia, mais pessoas busquem por alternativas estéticas odontológicas capazes de eliminar manchas e outras imperfeições. E esse é o caso dos tratamentos clareadores. No entanto, existem alguns mitos sobre eles e muitos acreditam que o procedimento deixa os dentes fracos.

Pensando nisso, criamos este post para solucionar todas as suas dúvidas e mostrar as vantagens dessa técnica segura e eficaz. Confira a seguir!

Entenda como é feito o clareamento dental

Muito se fala sobre os processos de clareamento dental, mas pouco sobre o seu funcionamento. Essa técnica é utilizada por cirurgiões-dentistas para eliminar manchas e melhorar a tonalidade dos dentes, de forma a aproximá-la da coloração natural.

O tratamento usa produtos químicos, como o gel à base de peróxido de hidrogênio ou carbamina, e pode ser realizado em casa ou no consultório. Porém, seja qual for o método escolhido, é imprescindível a supervisão de um profissional, que deve indicar o melhor produto e a dosagem adequada.

No consultório, o clareamento tem efeito mais rápido porque é feito com substâncias mais concentradas. Já o clareamento caseiro é executado pelo próprio paciente com uma moldeira de silicone e gel clareador. O dentista orienta sobre a quantidade necessária e o tempo de uso para obter os melhores resultados.

Antes do procedimento

É preciso que o dentista avalie seu estado de saúde bucal para saber se o clareamento é indicado ou não. Ele faz, ainda, a profilaxia — uma limpeza mais detalhada — para eliminar a placa bacteriana e o tártaro.

Por se tratar de um produto forte, antes de começar o tratamento, o profissional faz, caso necessário, o tratamento da mordida torta, das retrações gengivais e dos dentes desgastados na região próxima da gengiva.

Para iniciar o procedimento, o dentista protege as mucosas e as gengivas do paciente para que o clareamento ocorra sem dor ou ferimentos. Em seguida, o gel é espalhado pela superfície dos dentes e o profissional pode usar laser ou LED para que as propriedades clareadoras sejam ativadas e o efeito seja potencializado.

Prático, seguro e indolor, o tratamento pode ser concluído em poucas sessões, conforme indicação, e é uma das técnicas mais procuradas atualmente.

Conheça os produtos utilizados

Muitos afirmam, de modo equivocado, que o clareamento dental deixa os dentes fracos. Para você entender melhor, venha conhecer os produtos utilizados.

As substâncias usadas no procedimento são o peróxido de hidrogênio ou o de carbamida. Quando aplicado nos dentes, ele libera moléculas de oxigênio, que são responsáveis por penetrar no esmalte dentário, quebrar os pigmentos e proporcionar o efeito mais branco.

Essa limpeza “interna”, desde que utilize o gel pelo período de tempo recomendado, não danifica os dentes — ou seja, não os enfraquece.

O ideal é optar por versões com pH de 5,5 no máximo. Isso garante que nenhum elemento do dente (como o cálcio e o fosfato) seja perdido. Portanto, a escolha de um profissional qualificado faz toda a diferença no seu sorriso. Isso porque ele sabe a concentração e tempo adequados de uso para garantir a segurança do tratamento.

Contraindicações

Apesar dos resultados incríveis dessa técnica, é preciso destacar que ela não é eficaz para algumas manchas dentárias, como as decorrentes do uso de antibióticos. Também não permite clarear dentes escurecidos por tratamento de canal ou alterar a cor de resinas utilizadas em restaurações.

Veja a relação entre o clareamento e a sensibilidade

Muitas pessoas acreditam que o clareamento dental pode enfraquecer os dentes, principalmente porque o associam à sensibilidade. Na verdade, o paciente pode sofrer uma sensibilidade dentária por alguns dias após as sessões. Assim, é normal sentir desconforto ao consumir alimentos muito quentes ou gelados nesse período.

Para minimizar o problema, o dentista pode fazer a aplicação de flúor nos dentes afetados ou recomendar o uso de creme dental específico para casos de sensibilidade. 

Quem já tem problema de sensibilidade deve evitar o procedimento clareador para não agravar essa condição. Por isso, antes de realizar qualquer tratamento bucal, busque um profissional capacitado e tire todas as suas dúvidas.

Mulher sorrindo depois do clareamento dental

Descubra os benefícios do procedimento

Depois de escolher o melhor profissional para realizar o clareamento dental com segurança, você verá seus dentes ficarem mais brancos, sem manchas e com aspecto visual saudável. Porém, o ideal não é um sorriso extremamente branco, pois o aspecto fica artificial.

Aliás, esse é o alerta quanto ao clareamento: o procedimento, mesmo o caseiro, deve ser realizado sempre com orientação e acompanhamento profissional para evitar uma tonalidade inadequada ou perigos para os dentes.

Bem-estar

Após o clareamento dental o paciente ganha mais confiança para sorrir, lidar com as pessoas e transmitir uma aparência melhor entre seus amigos ou no ambiente de trabalho. Afinal, ninguém se sente confortável para sorrir ou conversar quando os dentes estão amarelados ou escuros.

Além disso, isso demonstra que se tem cuidado com o corpo e a higiene. Essa mudança reflete diretamente na qualidade de vida. Vale a pena!

Confira as dicas para manutenção

O efeito do clareamento pode durar até 1 ano. Para isso, é necessário ter alguns cuidados básicos no dia a dia, durante e após o tratamento, para preservar sua durabilidade. Conheça alguns deles a seguir.

Boa alimentação

Alguns alimentos podem alterar a pigmentação dos dentes. É o caso do café, do vinho, do açaí e de produtos com corantes, como refrigerantes e catchup.

É preciso cuidar também da sensibilidade dentária: evite alimentos muito quentes ou gelados, bem como frutas cítricas e temperos fortes. Sempre que os consumir, escove os dentes o mais rápido possível.

Se a dor persistir, consulte seu dentista pois pode se tratar de uma erosão dentária ou de uma raiz exposta. Dependendo do caso, pode ser preciso fazer a correção ortodôntica ou um enxerto de gengiva.

Não fumar

Você já deve saber sobre os males causados pelo cigarro à saúde, certo? A nicotina é uma das grandes responsáveis pelo efeito amarelado nos dentes. Caso o seu vício seja forte, é possível solicitar ao médico alguns adesivos de nicotina ou medicamentos que auxiliem nesse processo.

Higiene bucal

Escove os dentes diariamente, após todas as refeições, e faça uso do fio dental. Você precisa, ainda, evitar produtos coloridos presentes em algumas pastas ou enxaguantes bucais. Essas substâncias são capazes de causar manchas após o tratamento. Procure por opções transparentes e pouco abrasivas.

Além disso, seja gentil na hora da escovação: utilize uma escova de cerdas macias e faça movimentos suaves para não desgastar os dentes.

Se você quer eliminar manchar e exibir dentes mais bonitos, procure um dentista para fazer o clareamento dental. E fique tranquilo porque o tratamento não deixará seus dentes fracos!

A precaução é sempre tirar as dúvidas com um profissional capacitado e, mesmo que for realizar o procedimento em casa, contar com orientação especializada! Assim, você garante um clareamento seguro e um resultado com tonalidade natural.

Viu só como a odontologia pode embelezar seu sorriso e elevar sua autoestima? Para ficar por dentro de outros posts como este, assine a nossa newsletter!

Att.,

CD Dr. Alberto dos R. Condé Jr.

CRO-GO 6.411 

Mulher sorrindo depois do clareamento dental

Att.,

CD Dr. Alberto dos R. Condé Jr.

CRO-GO 6.411

Sobre Odonto Condé

A Odonto Condé nasceu da ideia de três irmãos (Bianca Condé, Fernanda Condé e Alberto Condé Jr) em acabar com o medo, a insegurança de muitos pacientes quanto à qualidade em Odontologia. Para isso, foram anos de formação, estudo e o desenvolvimento da cultura da melhoria constante com foco no benefício ao paciente.
Assim, cada irmão se especializou em uma área da saúde bucal com um profundo sentimento de "fazer o melhor possível" com aquele que confiou seu sorriso à Odonto Condé.
No estágio atual, estamos cada vez mais próximos de um nível de organização e segurança ao paciente que permita a certificação da Organização Nacional da Acreditação, isto é, da Acreditação em Odontologia!

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *