Como escolher a pasta de dente ideal? Veja agora!

8 minutos para ler

Quando vamos à farmácia ou ao supermercado para comprar produtos de higiene bucal, nos deparamos com tantas opções que é difícil saber exatamente qual é a melhor pasta de dente. O que acontece é que acabamos cedendo à influência das propagandas e opiniões de amigos.

No entanto, para escolher o melhor creme dental, devemos nos basear em nossas necessidades e, também, na orientação do dentista. É assim porque cada pessoa apresenta uma necessidade específica, e isso implica em produtos diferentes para cada caso.

Veja a seguir algumas considerações que você deve fazer antes de escolher a pasta de dente que auxiliará em sua higiene bucal e na prevenção de doenças. Conheça, também, os tipos diferentes desse produto e suas indicações.

Evite a influência de marcas e propagandas

As propagandas são tentadoras e mostram diversos benefícios dos produtos que anunciam. No entanto, não podemos definir qual é a melhor pasta de dente baseando nossa opinião em anúncios ou marcas.

Como afirmamos, cada pessoa tem uma necessidade diferente e, sendo assim, você precisa escolher um produto que atenda à sua necessidade. Isso precisa acontecer independentemente de anúncios, valores ou marcas.

Também é preciso estar atento porque, algumas vezes, os anúncios distorcem a verdade ou omitem informações para serem mais atrativos. Com isso, ficamos sujeitos a reações indesejadas, à ineficácia do produto e à insatisfação com os resultados.

Saiba do que os seus dentes precisam

Algumas pessoas apresentam particularidades em sua saúde bucal que fazem com que seja necessário utilizar uma pasta dental específica. Esse é o caso de quem apresenta doença periodontal, sensibilidade dentária ou faz uso de prótese.

Em função da necessidade de tratar casos diferentes, existem produtos com indicações distintas no mercado. Algumas pastas diminuem a sensibilidade, formam camadas de proteção nos dentes, fazem o controle microbiano, o controle do tártaro, entre outros.

Por isso, consultar um dentista é essencial para que ele possa indicar qual é o melhor creme dental de acordo com as necessidades dos seus dentes e tecidos bucais. Em algumas situações, esse produto possui finalidades terapêuticas, sendo utilizado por apenas um período e, em seguida, substituído por outro.

Então, mais uma vez evidencia-se a necessidade de consultar o profissional para que ele possa lhe aconselhar de forma adequada. Isso possibilitará um cuidado mais completo com os seus dentes, atendendo exatamente o que você precisa.

Opte por cremes dentais com flúor

O flúor é um nutriente fundamental para os dentes e que é pouco encontrado na alimentação. Por isso, os cremes dentais devem ser enriquecidos com esse mineral para que o esmalte dentário seja fortalecido e ajude na proteção contra as cáries. Mas, lembre-se que ingestão de grandes quantidades de pasta de dente com flúor é tóxico.

O ideal é escolher um creme dental que tenha pelo menos 1.000 ppm (partes por milhão) de flúor. Note que, nesse caso, não é de fato importante o valor ou a marca do produto escolhido. Afinal, esses não são fatores que determinam qual é a melhor pasta de dente. Esteja mais atento à sua composição do que a qualquer outro fator.

Vale lembrar que, para as crianças acima de dois anos de idade, essa concentração de flúor deve ser a mesma. Isso varia somente para bebês e crianças menores de dois anos, que ainda não compreendem que não se deve engolir a pasta de dente e têm dificuldade para cuspir.

Nesse caso, é preferível consultar um odontopediatra para que ele possa avaliar a saúde bucal da criança e aconselhar sobre a melhor pasta de dente para os pequeninos.

Poupe-se da ilusão dos cremes clareadores

Algumas pessoas adquirem os cremes dentais com “propagandas” clareadoras acreditando que eles eliminarão o amarelado dos dentes. No entanto, escolher a pasta de dente para essa finalidade é um erro.

Os cremes clareadores apenas ajudam a diminuir manchas causadas pelos alimentos. Eles não clareiam o tom dos dentes. A sua ação se restringe à superfície do esmalte dentário e não oferece o mesmo efeito dos tratamentos dos dentistas.

Outro fator importante a se considerar é que esses cremes dentais podem ser muito abrasivos ou conter substâncias que agridem o esmalte dentário. Nos dois casos, o uso prolongado pode ocasionar sensibilidade.

Encontre a melhor pasta de dente para casos especiais

Para pessoas que não apresentam problemas bucais ou condições especiais em seus dentes e gengivas, o ideal é que escolha uma pasta de dente que contenha a quantidade correta de flúor. Afinal, o foco é realizar a higienização e promover a proteção.

Mas, em alguns casos, é importante fazer essa escolha com mais cautela, porque existe a melhor pasta de dente para cada situação. Veja a seguir quando é preciso optar por produtos especiais:

Para crianças

As necessidades da saúde bucal das crianças são as mesmas do que as dos adultos. Isso porque os dentes de leite requerem os mesmos cuidados, sendo assim, a melhor pasta de dente para elas é aquela que contém, pelo menos, a quantidade mínima de flúor.

Os cremes dentais infantis com sabor e que trazem temas de personagens são uma boa alternativa para que a criança não rejeite os cuidados com a higiene. Afinal, pode ser difícil acostumá-la a usar os cremes dentais adultos, que costumam ter um sabor mais forte.

Existem alguns produtos que não são enriquecidos com flúor, geralmente indicados para crianças de 0 a 3 anos. Porém, como dito, os dentes de leite também precisam desse nutriente, portanto, não é recomendado utilizar esse tipo de pasta.

Para evitar que a criança ingira muito flúor ao escovar os dentes, o ideal é que seja utilizada uma quantidade de pasta equivalente à metade do tamanho de um grão de arroz cru. Assim, mesmo que a criança ainda não saiba cuspir e engula um pouco do produto, isso não lhe fará mal.

Para doenças periodontais

Existem pastas de dente que são indicadas para tratar problemas que acometem os tecidos gengivais. Nesse caso, elas atuam como um medicamento, além de realizarem a limpeza dos dentes.

Sua função é combater micro-organismos que estejam causando inflamações nas gengivas. Mas embora sejam benéficas para a saúde bucal, assim como todo remédio, devem ser utilizadas apenas por um período.

A melhor pasta de dente nesses casos deve ser indicada pelo profissional, em função da necessidade de cada paciente. O importante é que você saiba que não deve fazer uso contínuo desse tipo de creme dental, porque ele pode trazer efeitos colaterais como manchas e escurecimento do esmalte.

Para dentes sensíveis

Pessoas que sofrem com sensibilidade dentária são significativamente beneficiadas com o uso do creme dental que ajuda a reduzir esse problema. Esses produtos podem ser comprados sem receita e não apresentam risco para a saúde bucal.

Se esse for o seu caso, basta escolher uma pasta que tenha essa propriedade de formar uma camada protetora sobre o esmalte. Mas não se esqueça de que esse creme também deve conter flúor e realizar uma boa limpeza.

Se você quiser escolher a melhor pasta de dente para sensibilidade, peça a indicação do seu dentista para que ele avalie o seu caso com mais cautela e indique aquela ideal para você.

Para reparação do esmalte

Também encontramos no mercado cremes dentais com ação reparadora. Esse tipo de produto é rico em substâncias que ajudam a remineralizar o esmalte dentário. Ou seja, eles favorecem a reconstrução desse tecido quando ele está enfraquecido ou danificado.

Vale lembrar que a ação dessa pasta de dente é apenas um auxílio para reforçar os dentes, combatendo o desgaste causado pela erosão ácida e outros danos e agressões. Porém, ao mesmo tempo, é necessário manter o acompanhamento com o dentista, para que ele possa realizar outros tratamentos e intervenções.

Não se esqueça de que, assim como nos outros casos, é importante escolher um creme dental que seja rico em flúor e realize uma limpeza eficaz.

Além de escolher a melhor pasta de dente para o seu caso, não esqueça de que é fundamental realizar a escovação pelo menos duas vezes ao dia com uma escova macia, usar o fio dental pelo menos uma vez por dia, manter uma dieta nutritiva e passar por consultas regulares com o dentista. Esses hábitos garantem dentes fortes e saudáveis, que vão compor um belo sorriso.

Quer descobrir outras formas de cuidar bem dos seus dentes? Então leia este outro artigo e confira 6 cuidados que são essenciais para manter um sorriso saudável.

Att.,

CD Dr. Alberto dos R. Condé Jr.

CRO-GO 6.411

 
Quiz Invisalign
Posts relacionados

Deixe um comentário

× Gostaria de agendar uma consulta?