Consultório odontológico: 5 dicas para encontrar o ideal para você

4 minutos para ler

Escolher um consultório odontológico de confiança pode não ser uma das tarefas mais fáceis hoje em dia. Se você mora em grandes cidades ou capitais, é comum que existam milhares de consultórios à sua disposição no seu município. O que é bom, pois há concorrência e diversidade, entretanto, torna-se mais difícil saber quais são os profissionais de confiança, que realizem um bom serviço.

O tratamento odontológico, tanto corretivo quanto estético, é muito específico e inspira cuidados adequados. É importante ter em mente que, quando se trata de saúde, é essencial procurar indicações ou conhecer bem o consultório para que o procedimento contratado não vire uma dor de cabeça.

Além disso, um tratamento ruim pode implicar na repetição do procedimento para corrigir algum erro, e isso resulta em mais custos. Por isso, é importante que o paciente procure um profissional de confiança e leve em consideração a qualidade e a tradição, não somente o preço e facilidade de pagamento.

Para te ajudar, elencamos algumas dicas de como escolher um bom profissional para atender você e a sua família.

1. Peça indicações a pessoas próximas

Nada como contar com a experiência de pessoas próximas. Pergunte a seus familiares, amigos, vizinhos e colegas de trabalho se conhecem algum consultório odontológico para indicar. Além das pessoas poderem te contar as experiências que tiveram e falar se o atendimento foi de qualidade, você também poderá saber, pelo menos, em quais profissionais não ir a partir da avaliação de outros.

Quiz Invisalign

2. Observe a apresentação e o atendimento do consultório

Ao visitar o consultório, observe e avalie a estrutura e a qualidade do atendimento dos profissionais. Veja como o dentista e a equipe atendem os demais pacientes. Se atendem os pacientes de forma cordial, também te atenderão da mesma forma. Muitas vezes, quando o assunto é prestação de serviço, o ditado “a primeira impressão é a que fica” pode trazer muitas verdades.

3. Modernidade e produtos oferecidos

É comum conhecer consultórios odontológicos que têm tradição e anos de atendimento na cidade, mas que não se atualizam para oferecer tratamentos novos, como a aplicação de lentes de contato dental, por exemplo. Por isso, dê preferência a profissionais que estão atentos às tendências e aprimoramentos na área de saúde bucal.

4. Experiência profissional

Um bom consultório tem bons dentistas. E bons dentistas oferecem um atendimento profissional e completo. Em geral, são necessárias duas consultas para que o dentista alinhe as expectativas, tire suas dúvidas, realize indicações, analise os exames e exponha o planejamento, o orçamento e o melhor plano de tratamento para você. 
Nos bons consultórios, as primeiras consultas incluem, além do exame bucal completa, a análise facial e funcional de toda a musculatura do rosto e da Articulação do Ouvido com a Mandíbula (ATM), para que o dentista verifique a existência de problemas na mordida e, em alguns casos, indique um pré-tratamento ou peça exames mais específicos para dar continuidade ao atendimento. Em outra segunda consulta é que o planejamento feito pela equipe de dentistas vai lhe dar a segurança necessária no diagnóstico e nas melhores opções de tratamento possíveis..

5. Custo-benefício

Depois de pedir indicações, avaliar a qualidade, a experiência do profissional e as condições do consultório odontológico, você terá mais informações para mensurar se o custo-benefício do local escolhido é o justo. Seja criteriosa ao analisar orçamentos e comparar preços, levando sempre em consideração a segurança que o profissional transmite.

Gostou deste post? Siga-nos nas redes sociais e acompanhe nossas atualizações como novos conteúdos para você.

Posts relacionados

Deixe um comentário

× Gostaria de agendar uma consulta?