4 características que mostram que você está com um dente perdido

4 minutos para ler

A perda dentária é um dos principais problemas de saúde bucal enfrentados pela população brasileira. Além de gerar impactos na autoestima e estética do sorriso, um dente perdido traz consequências para a fala, mastigação e pode, inclusive, dificultar a absorção de nutrientes essenciais contidos nos alimentos.

No entanto, na maioria dos casos, estar atento a algumas características evita a perda de um ou mais elementos dentários. Por isso, trouxemos alguns sinais capazes de indicar se você está prestes a perder um dente. Deseja saber quais são eles? Continue a leitura do post!

Quais são os principais indicativos de dente perdido?

Determinados sinais são como sintomas que devem levantar a dúvida sobre a possibilidade de existência de dentes perdidos. Confira, a seguir, quatro deles.

1. Cáries avançadas

A cárie é uma doença causada por bactérias que deterioram o tecido do dente. Aos poucos, a estrutura dentária começa a ser destruída e esse prejuízo pode chegar à polpa dental, camada mais profunda de um elemento dentário.

Além desse processo causar muita dor, se não tratado corretamente, leva à perda dentária. Desse modo, ao observar qualquer sinal de cárie (manchas brancas ou marrons), procure um cirurgião-dentista.

2. Estrutura diferente

Dentes que apresentam deficiência no esmalte e dentina são mais frágeis, o que os torna mais susceptíveis a fraturas e trincas, que podem resultar em perda dentária.

3. Fraturas que atingem a raiz

Quando a raiz do dente é fraturada e não há tratamento adequado o mais rápido possível, as chances de perdê-lo são altas. A região fica exposta a microrganismos, que farão com que ocorra a reabsorção óssea, um dos principais fatores de risco para a perda dentária.

Quiz InvisalignPowered by Rock Convert

4. Perda óssea

Alguns aspectos como idade avançada e o desenvolvimento da periodontite ocasionam a perda óssea. Os ossos são os grandes responsáveis pela sustentação dos dentes e, por esse motivo, a redução desse suporte leva à perda dentária.

O que pode ser feito para salvar um dente?

A conduta para evitar a perda do dente depende das características clínicas, observadas durante consulta com o dentista. Em casos de cáries profundas, por exemplo, recorre-se ao tratamento endodôntico, conhecido popularmente como tratamento de canal.

Se a raiz estiver exposta, se estiver indicado, uma das opções é fazer uma pequena cirurgia, na qual se retira um retalho da gengiva do paciente para cobrir a área afetada. Vale ressaltar que somente um profissional tem capacidade de dizer qual o procedimento mais indicado.

Como evitar a perda dentária?

Sem dúvidas, a principal maneira de prevenir a perda dentária é a partir dos cuidados diários com a saúde bucal.

Isso inclui a escovação após todas as refeições, o uso do fio dental e consultas periódicas com um cirurgião-dentista, não só para checar as condições bucais, mas também para avaliar a posição dos elementos dentários, uma vez que a mordida errada exige a correção ortodôntica, pois pode resultar na quebra dos dentes, aumento do índice de cáries e aumento da mobilidade dentária.

Reduzir a frequência do consumo de alimentos com açúcar industrializado como outra excelente medida, pois, essa dieta previne o aparecimento de cáries.

Como visto, a perda dentária tem diversas causas, mas pode ser tranquilamente prevenida. Lembre-se de que os dentes desempenham papel fundamental na nossa alimentação e autoestima. Portanto, um dente perdido afeta tanto a saúde quanto a qualidade de vida.

E aí, gostou deste post? Então aproveite a visita ao blog para saber qual a cor de dentes saudáveis!

Odonto Condé / Condé Invisalign

Doctor CROGO/EPAO 1587, RTCD

Dr. Alberto dos R Condé Jr

CROGO6411

Posts relacionados

Deixe uma resposta

× Gostaria de agendar uma consulta?