Dentes amarelos: você conhece as razões?

4 minutos para ler

Você já se sentiu envergonhado por conta da coloração do seu sorriso? Dentes amarelos são uma das principais preocupações entre as pessoas no que se refere à estética bucal e podem comprometer muito a sua autoestima.

Mas afinal, porque nossos dentes ficam com aspecto amarelado? Neste post, vamos explicar para você quais os principais motivos de o problema aparecer e quais hábitos você deve evitar para manter seu sorriso sempre branco e brilhante.

Consumo de alimentos e bebidas que pigmentam os dentes

Alguns alimentos e bebidas também contribuem para deixar seus dentes com aspecto amarelado. Os mais conhecidos são o café e chá preto. Contudo, bebidas como chá verde, vinho tinto e refrigerantes também podem causar a pigmentação.

O mesmo problema acontece com alimentos que contêm caroteno. É o caso do tomate e cenoura. O amarelamento acontece porque os pigmentos podem passar pelos canalículos dentinários, que são como os poros dos dentes.

Uso de cigarros

O cigarro é um inimigo poderoso do seu sorriso, isso porque o alcatrão e a nicotina, presentes em sua composição, se fixam no esmalte dos dentes, causando manchas superficiais amareladas e acastanhadas.

A mudança acontece com o tempo e, muitas vezes, o fumante não percebe o escurecimento dos dentes até que o problema já esteja avançado.

Má higiene bucal

É normal que os dentes fiquem mais amarelados à medida que envelhecemos. Isso acontece porque o esmalte dentário que cobre sua superfície acaba se desgastando, revelando a parte interna, que costuma ter uma cor mais amarelada.

Entretanto, a falta de uma boa higiene bucal pode influenciar muito no aspecto do sorriso. Negligenciar cuidados como a escovação e o uso do fio dental pode acelerar a coloração.

Uso de medicamentos

Alguns antibióticos, como a doxiciclina e a tetraciclina, podem influenciar na coloração dos dentes em formação, quando ministrados em crianças menores de oito anos.

Já os adultos devem ficar sempre alerta nas bulas dos medicamentos utilizados. Alguns anti-histamínicos, anti-hipertensivos e antipsicóticos têm, entre suas reações adversas, o escurecimento dos dentes. Por isso, sempre consulte seu dentista e médico sobre os efeitos colaterais dos medicamentos que vai utilizar. 

Fatores genéticos

Por fim, outro fator que pode influenciar na coloração dos seus dentes é a genética. A camada mais interna dos dentes, chamada de dentina, pode se apresentar em quatro cores básicas:

  • marrom avermelhada;
  • cinzenta;
  • cinza avermelhada;
  • amarela avermelhada;

A coloração da dentina é uma herança genética, logo, se seus pais têm dentes mais amarelos ou acinzentados, é provável que os seus também sejam. Já o esmalte que cobre a superfície do dente é translúcido e pode ser manchado com algumas das substâncias que citamos acima, o que pode, também, interferir na coloração.

O clareamento dentário com acompanhamento profissional é, quando indicado, a melhor solução para reduzir os dentes amarelos. Com o auxílio de profissionais qualificados e um bom planejamento durante o tratamento, será possível encontrar a melhor solução para deixar seus dentes brancos de forma segura.

Fuja de métodos caseiros como carvão ativado e bicarbonato. Eles são superficiais e podem trazer prejuízos, arranhando o esmalte dentário, fazendo com que o paciente sinta dor e podendo até mesmo, levar a perda dos dentes.

Está cansado de sofrer com seus dentes amarelados? Entre em contato conosco e descubra qual a melhor solução para você.

Att.,

Odonto Condé / Condé Invisalign Doctor CROGO/EPAO 1587, RTCD Dr. Alberto dos R Condé Jr CROGO6411

Posts relacionados

Deixe uma resposta

× Gostaria de agendar uma consulta?