Dentes de leite: o que fazer quando não caiu?

5 minutos para ler

Dentes de leite e permanentes apresentam características diferentes que envolvem, por exemplo, sua tonalidade e tamanho. Porém, existe outro aspecto ainda mais marcante: o fato de que os dentes de leite se soltam da boca nos primeiros anos da infância e os permanentes nos acompanham por toda a vida.

Embora esse seja um processo natural, você sabia que não são raros os casos em que um ou mais dentes de leite são persistentes? Isso significa que eles não se soltam no período esperado, o que muitas vezes assusta os pais.

Mas, saiba se esse é ou não um problema grave. A falha na esfoliação e irrupção exije atenção. Continue lendo para saber o que deve ser feito se o dente de leite não cair, a fim de garantir o bom desenvolvimento do seu filho.

Por que o dente de leite não cai?

Seguindo o desenvolvimento natural das crianças, o ideal seria que os dentes de leite começassem a ser substituídos pelos permanentes por volta dos 6 anos de idade. Porém, pode acontecer de o dente permanente crescer, mesmo que o dente de leite ainda não tenha se soltado.

Esse problema não é considerado grave, mas exige atenção, já que a persistência do dente de leite pode prejudicar o desenvolvimento da dentição permanente, além de interferir na mastigação, na higienização e até mesmo na fala.

Existem vários motivos que fazem com que o dente de leite continue fixo na boca, como:

  • falha na apoptose das células que forma a raiz do dente, isto é, elas não morrem no tempo certo como deveriam;
  • falta de estímulo mastigatório;
  • gengiva fibrosa;
  • falta de espaço na arcada;
  • questões emocionais;
  • ausência do dente permanente.

Alguns pais ficam assustados quando percebem que o dente permanente está crescendo atrás ou ao lado do dente de leite, formando outra carreira. A seguir, vamos explicar o que fazer nessa situação.

O que fazer se os dentes de leite e os permanentes crescerem juntos?

Não é recomendado adotar medidas caseiras para estimular a soltura dos dentes de leite. Esse é um processo natural, que acontecerá quando o organismo estiver pronto para a substituição da dentição. Porém, se essa troca demorar demais, isso também pode acarretar problemas.

Assim, se você perceber que o dente de leite do seu filho não fica mole nunca ou que o permanente está crescendo sem que ele tenha se soltado, o ideal é procurar a ajuda de um dentista para avaliar o que está acontecendo. Idade cronológica nem sempre é a mesma dentária.

Em alguns casos, pode ser apenas um atraso no amolecimento do dente de leite, como em função da gengiva fibrosa ou da falta de estímulo mastigatório. Contudo, pode ser que a criança não tenha o dente permanente que substituirá o de leite.

O dente de leite pode nunca se soltar?

É verdade que uma pessoa pode ter dentes de leite e permanentes em sua boca. Isso acontece tanto com adolescentes quanto com adultos, quando a dentição decídua não se solta porque a pessoa não tem os dentes permanentes.

Quiz InvisalignPowered by Rock Convert

Nesse caso, não ocorre a reabsorção da raiz do decíduo, pois seu substituto não está fazendo força para nascer. Um exame de raio X pode apontar se isso está acontecendo, o que ajuda a definir um tratamento.

Não há nada de errado em não ter o dente permanente, mantendo o dente de leite por toda a vida. O problema é que ele é mais frágil e pode não suportar a força mastigatória, além de ser menor, causando prejuízos estéticos e atrapalhando as funções bucais.

Esse problema pode ser solucionado com uma reabilitação, aplicando uma coroa ou faceta de porcelana, que aumentará o tamanho do dente de leite. Tudo isso pode ser devidamente identificado e planejado se a criança for acompanhada por um odontopediatra ou ortodontista desde os seus primeiros anos.

Não se esqueça de que é fundamental procurar um dentista se você perceber qualquer problema com a dentição do seu filho. Isso evitará consequências negativas para o desenvolvimento das arcadas, como desalinhamentos ou apinhamentos, tornando as intervenções mais simples e menos traumáticas para a criança.

E, se houver indicação, podem ser usados vários tipos de aparelhos, mas, o mais moderno é o sistema Invisalign First, específico para crianças com dentes de leite junto com permanentes. Saiba mais nos posts específicos desse tema.

A interação entre dentes de leite e permanentes precisa acontecer no tempo certo para que a dentição se desenvolva corretamente. Portanto, tenha muita atenção à troca de dentes do seu filho.

Confira outros conteúdos interessantes como este! Basta seguir nossas redes sociais. Estamos no Facebook e no Instagram!

Odonto Condé / Condé Invisalign

Doctor CROGO/EPAO 1587, RTCD

Dr. Alberto dos R Condé Jr

CROGO6411

Posts relacionados

Deixe uma resposta

× Gostaria de agendar uma consulta?