Dores ou dificuldade para movimentar a boca? Atenção com a DTM!

5 minutos para ler

Se você sente dor ao mastigar ou apresenta alguma dificuldade para movimentar a boca é bem provável que esteja com um quadro de disfunção temporomandibular (abreviatura DTM).

Esse tipo de distúrbio é bastante comum e tem aumentado sua prevalência ao longo dos últimos anos. Apesar disso, na maioria dos casos, ele passa desapercebido até que atinja graus mais severos e o paciente comece a experimentar os impactos desse problema no seu dia a dia.

Por isso mesmo, este artigo traz as informações mais importantes relacionadas ao DTM. Confira para aprender um pouco mais sobre as suas causas e sintomas!

O que é DTM (Disfunção temporomandibular)?

Os distúrbios temporomandibulares são alterações que alteram o estado de normalidade da articulação que liga o osso da mandíbula ao crânio, a qual recebe o nome de articulação temporomandibular — ATM —, responsável pelos movimentos do queixo e de abertura da boca.

Assim como as demais articulações, a ATM é formada por ossos, ligamentos, músculos e uma densa vascularização e inervação. Por esse motivo, quando acometida pelo DTM, ela dói até alterar a capacidade de abrir e fechar a boca. Dessa forma, o DTM impacta o funcionamento normal da fala, da mastigação e da deglutição.

Quais são os sintomas do DTM?

Diferentes são as apresentações do DTM, portanto, os sinais e sintomas podem variar de tipo e intensidade entre os pacientes. Os que ocorrem com mais frequência são:

  • dores na hora de abrir e fechar a boca;

  • dificuldade para movimentar a boca;

  • limitação na fala;

  • dor ou dificuldade para mastigar os alimentos;

  • estalos ou sensação de ter areia COM dor no ouvido durante a movimentação da articulação;

  • cansaço dos músculos da região da ATM;

  • desvios mandibulares;

  • dores de cabeça, no pescoço e nos ombros;

  • zumbidos no ouvido;

  • apertar uma arcada dentária contra, com consequente desgaste dos dentes.

Em alguns casos mais severos, a mandíbula pode travar ou sair do lugar quando o paciente abre ou movimenta a boca.

O que causa o DTM?

O DTM é multifatorial, ou seja, diferentes fatores podem estar concomitantemente envolvidos no seu desenvolvimento. Dentre essas causas, as mais comuns são os traumas mandibulares, o estresse emocional, a hiperatividade muscular, a má oclusão da mordida, o bruxismo, doenças sistêmicas e o desenvolvimento anormal da ATM.

Qual é o tratamento do DTM?

Existe uma ampla gama de abordagens terapêuticas disponíveis para o DTM. Um cirurgião dentista saberá escolher quais os exames e outros profissionais envolvidos no diagnóstico e tratamento das condições clínicas de cada paciente.

Na maior parte dos casos, após definido o diagnóstico, é possível propor os tratamentos adequados para aliviar os sintomas e os desconfortos provocados pelo DTM. Conheça alguns dos tratamentos, quando indicados:

Placas de mordida

São placas de acrílico que protegem os dentes contra o desgaste e, quando indicadas, podem reduzir a tensão sobre a ATM, ajudando a relaxar os músculos envolvidos nessa articulação. Esse tipo de abordagem é geralmente utilizado no bruxismo.

Problemas de saúde geral e local

Doenças sistêmicas como a artrite reumatóide, problemas endócrinos, neurológicos, patologias  locais como a inflamação do ouvido ou problemas na visão dentre tantos outros podem se manifestar como dor de cabeça ou na ATM e, dessa forma, os médicos são fundamentais para fazer o “check list” de possíveis causas e tratamentos adequados, isto é, o dentista não é o único profissional envolvido.

Relaxamento

Como alguns casos de DTM podem ser gerados pelo estresse emocional e os outros profissionais podem ajudar a encontrar as causas e indicar as melhores soluções. Quando indicadas, as técnicas de relaxamento e gestão do tempo, etc. auxiliam no aumento da resistência e reduzem a sobrecarga dos problemas. Até mesmo um travesseiro ou colchão inadequados para seu corpo podem causar dores de cabeça e DTM. Infelizmente, poucos pacientes consultam um fisioterapeuta para selecionar o que é certo usar na hora do sono.

Terapia com laser, eletricidade, etc

Nesse tipo de tratamento, o laser ou a estimulação por baixas cargas de eletricidade, quando indicadas, podem ajudar no alívio da dor na região da ATM, tais como os músculos envolvidos nos movimentos de abertura e fechamento da boca, diminuindo a sensação dolorosa provocada pelo distúrbio.

Fisioterapia

As técnicas fisioterápicas são um ótimo recurso para o tratamento e a prevenção da progressão do DTM, com alívio significativo da dor.

Cirurgia

A cirurgia só está indicada nos casos de câncer ou anquilose da articulação, isto é, quando esse osso fica “grudado” na base do crânio. Nos demais casos, são utilizadas técnicas não invasivas.

É importante lembrar que o diagnóstico do DTM, a partir de avaliação clínica e diversos tipos diferentes de exames de imagem, deve ser realizado com muito cuidado. Isso porque o DTM pode ser confundido com outros distúrbios que afetam a região orofacial e que também podem provocar dificuldade para movimentar a boca.

Quer saber mais sobre os diversos assuntos relacionados à estética e à saúde bucal? Então, siga as nossas redes sociais — Facebook e Instagram — e esteja sempre antenado!

Att, CD Dr. Alberto dos R Condé Jr CRO6411

Quiz Invisalign
Posts relacionados

Deixe um comentário

× Gostaria de agendar uma consulta?