Está com a gengiva inchada? Descubra as causas e o que fazer

4 minutos para ler

Você escova os dentes depois das refeições e usa o fio dental diariamente? Pois saiba que, só se feitos de maneria correta, esses hábitos previnem a gengiva inchada. Mas, além da placa bacteriana, as alterações hormonais, medicação e doenças podem influenciar negativamente.

Considerando a relevância do problema, é fundamental conhecer os sintomas dessa alteração na aparência e nas funções da boca. Tratar o inchaço, capaz de causar dor e sangramento em primeiro momento, figura como outro aspecto muito importante.

Para recuperar os danos, a periodontia é acionada mas, dente torto também está correlacionado a uma incidência maior de gengivite, logo, costuma-se indicar o aparelho fixo ortodôntico ou o método Invisalign®. Você se interessa pelo tema? Então continue a leitura do texto e tire todas as dúvidas a respeito!

Quais são os principais sintomas da gengiva inchada?

Gengiva inchada é uma indicação de gengivite, inflamação causada, em geral, pela presença de bactérias no dente em contato com a gengiva.

O problema modifica não apenas a aparência bucal como também pode acarretar mau hálito, sensação de gosto ruim e retração gengival, devendo ser diagnosticado e tratado rapidamente.

E as causas comuns do problema?

Identificamos os principais sintomas da gengiva inchada, como dor e sangramento espontâneo ou com a escovação. Pois entre as causas comuns figuram, por exemplo, má higiene bucal, mas, sim, se houver alterações hormonais, medicamentos e algumas doenças esses sintomas podem ser mais fortes. Prossiga.

Má higiene bucal

Uma das origens do inchaço na gengiva é a má higiene bucal, devido à falta de escovação e do uso do fio dental. O resultado? Acúmulo de bactérias entre os dentes e a região gengival, ocasionando o surgimento de tártaro e levando à irritação do local.

Alterações hormonais

Outro motivo bastante normal da irritação severa na gengiva são transformações hormonais, que deixam a região dolorida e com sangramento em muitas situações tais como a gravidez. Fora isso, falta de vitamina C e B3 e cigarro agravam o contratempo.

Medicamentos e doenças

Assim como as mudanças relacionadas a hormônios, determinados medicamentos, a exemplo de anticoncepcionais, e doenças como herpes labial, diabetes e leucemia, contribuem para o inchaço e a fragilização da região gengival.

Como evitar e tratar o inchaço na gengiva?

Para impedir edemas, é preciso descobrir a causa do problema. Se a motivação estiver ligada à má higiene, por exemplo, recomenda-se consulta com o dentista e criação de novos hábitos para limpar a boca, protegendo-a de bactérias.

Por outro lado, em caso de apinhamento e halitose, são necessários outros tratamentos. Além do aparelho fixo, que corrige desvios no desenvolvimento dos dentes, há a opção do Invisalign®, graças ao dentista, e capaz de alinhar o sorriso estética do sorriso. O tratamento invisível também protege a gengiva dos aparelhos fixos ortodônticos.

Descobrimos o que é e quais são os principais problemas que a gengiva inchada acarreta à saúde bucal! Entre as causas associadas ao incômodo estão a má higiene oral, alterações nos hormônios, uso de determinados medicamentos e doenças. Em caso de dor ou sangramento na região, procure um dentista para ter um diagnóstico preciso.

E aí, gostou das informações do post? Então aproveite que está por aqui e deixe um comentário contando a sua experiência ou buscando sanar dúvidas sobre o assunto!

Odonto Condé / Condé Invisalign

Doctor CROGO/EPAO 1587,  RTCD

Dr. Alberto dos R Condé Jr

CROGO6411

Posts relacionados

Deixe uma resposta

× Gostaria de agendar uma consulta?