Gengivite e periodontite? Descubra agora como tratar!

4 minutos para ler

Você já ouviu falar em gengivite e periodontite? Os dois problemas são correlatos e costumam danificar os tecidos de sustentação dental, podendo evoluir para complicações graves no organismo. Pensando nisso, o post a seguir explica o que são esses problemas e quais as suas causas, além de mostrar alguns sintomas relacionados a esses dois tipos de incômodo oral.

O texto informa, também, sobre uma situação em que a gengivite e a periodontite são mais comuns e divulga como é feito o tratamento para eliminar esses males, removendo impurezas da superfície do dente e do tecido gengival. Tem curiosidade sobre o tema? Não espere mais, comece a leitura agora mesmo e tire as suas dúvidas!

O que é, exatamente, a gengivite?

Gengivite é como se chama a doença caracterizada com inflamação do tecido gengival ainda SEM nenhum envolvimento do osso alveolar, bastante importante para a sustentação dos dentes na cavidade oral. O problema se deve, principalmente, ao acúmulo de placa bacteriana e tártaro (enrijecimento do biofilme bacteriano) no local, danificando a forma, a cor e até o tamanho da dentição e levando a sintomas como o inchaço e o sangramento da gengiva.

O que causa a gengivite?

A principal razão para o surgimento da inflamação na gengiva, devido à formação de placa bacteriana no local, é a má escovação, que promove o acúmulo de restos de alimento entre os dentes, impulsionando a multiplicação de micro-organismos na boca.

Para evitar um quadro de gengivite, portanto, é importante ter um diagnóstico preventivo. Ainda que você considere a sua rotina de escovação muito boa, a avaliação semestral do dentista é fundamental para prevenir esse e outros problemas. Afinal, por que esperar a danificação da estrutura óssea da boca se você poder se consultar periodicamente com um profissional?

Em que situações a gengivite é ainda mais frequente?

A inflamação no tecido gengival que decorre do acúmulo de tártaro é mais frequente em pacientes que tratam os dentes desalinhados com um aparelho fixo (de visual metálico). Nos dentes retos, a higiene costuma ser mais eficaz, e os problemas na gengiva se tornam mais raros.

Porém, se o paciente precisa alinhar os dentes com um tratamento ortodôntico e rejeita o aparelho fixo, o método Invisalign®, que usa moldeiras transparentes e removíveis para realizar a movimentação dentária e deixar o sorriso harmônico, é uma opção interessante. Dessa forma, converse com um profissional experiente e veja como tratar disfunções orais sem alterar a estética do seu rosto.

Quiz InvisalignPowered by Rock Convert

Por que a gengivite pode evoluir para a periodontite?

A periodontite é um estado avançado de gengivite, devido, principalmente, ao tabagismo (dependência da substância nicotina, presente no tabaco) e à falta de cuidados com a boca, seja na escovação, seja no uso diário de fio dental. O problema pode levar à perda do dente, além de ser um fator agravante para doenças no coração e no pulmão.

Como é o tratamento para gengivite e periodontite?

O tratamento para gengivite e periodontite depende de uma avaliação profissional, podendo sofrer variação a depender do agravamento do quadro clínico. Mas, de forma geral, é indicada uma raspagem de tártaro, que ajuda a controlar a multiplicação de bactérias na região, contendo o sangramento e o inchaço da gengiva.

Neste post, você entendeu como a gengivite e a periodontite se formam na cavidade bucal, comprometendo os tecidos de sustentação dentária. Por isso, é necessário se consultar com um dentista periodicamente, avaliando se a sua saúde bucal está em dia, e realizar a higiene bucal diariamente para eliminar a ação de micro-organismos na boca.

O texto foi útil para você? Se sim, aproveite para deixar outras pessoas informadas sobre o assunto. Compartilhe já este material com os seus amigos nas redes sociais!

CDDr. Alberto dos R Condé Jr CROGO6411

Único Speaker/Professor, ao mesmo tempo, da Invisalign, Team1, Itero e Propel no Brasil

Odonto Condé / Condé Invisalign Doctor CROGO/EPAO 1587, RTCD

Posts relacionados

Deixe um comentário

× Gostaria de agendar uma consulta?