Implante dentário: para quem ele NÃO é indicado?

4 minutos para ler

Ter um sorriso bonito faz bem para a saúde em diversos aspectos: para o corpo, a mente e, claro, para o sentido estético. Por conta disso, existem muitas técnicas odontológicas que buscam dar um belo sorriso aos pacientes, dentro do indicado e informado pelo dentista, entre elas há o implante dentário.

Esse procedimento geralmente é feito quando o paciente perde um dente (por algum acidente ou por questão de saúde). Para esclarecer melhor como acontece esse processo, quais cuidados devem ser tomados antes de realizá-lo e para quem ele é indicado, elaboramos o texto a seguir. Acompanhe!

O que é um implante dentário?

De maneira geral, um implante é um procedimento odontológico realizado para “substituir” a raiz de um dente perdido, fornecendo suporte ao dente artificial que será colocado no local. Esse processo, mesmo que simples, é uma pequena cirurgia.

Durante o procedimento, é colocado um cilindro (pino) de titânio abaixo da gengiva, dentro do osso. Esse cilindro fará o papel da raiz. Posteriormente, uma prótese (dente artificial) é rosqueada ao cilindro. O objetivo dessa técnica é substituir um dente que o paciente perdeu ou que não tem mais condições de ser recuperado.

Quem pode fazer o implante?

Praticamente qualquer pessoa pode fazer um implante dentário, desde que já tenha concluído o crescimento ósseo do corpo, ou seja, desde que o corpo já tenha formado suas características ósseas completamente (em homens isso acontece por volta dos 18 a 21 anos de idade e nas mulheres aos 17 aos 19).

Entretanto, alguns pontos devem ser analisados antes de realizar o procedimento, por exemplo, se o paciente tem diabetes descontrolado (situação que necessita de um acompanhamento médico antes do implante), ou é fumante (o que aumenta o risco de perda do implante). Além disso, é fundamental estar atento ao alinhamento dos dentes 🦷 para dar o espaço necessário para a instalação do implante sem esse espaço adequado, dispositivo pode ser instalado na posição errada, tocando as raizes dos dentes.

Qual a importância do alinhamento?

A maior contraindicação do implante é fazê-lo sem que a boca do paciente tenha o espaço adequado. Quando os dentes não estão na posição correta, o implante pode contribuir para o surgimento de uma mordida errada, prejudicando a mastigação, a abertura e o fechamento da boca e a fala.

Quiz Invisalign

Muitas vezes, um paciente não procura corrigir o desalinhamento da arcada dentária por rejeitar o uso de aparelhos fixos, seja por questões estéticas, seja pelo tempo que o tratamento leva. Felizmente, hoje existem maneiras de alinhar os dentes de forma rápida e discreta, sem precisar utilizar aparelhos fixos.

A melhor opção, nesse sentido, são os alinhadores Invisalign®, que permitem diversas formas de tratamento (dos desalinhamentos mais graves aos mais simples). Eles dão ao dentista os recursos biomecânicos para, dentro do indicado, atingir os objetivos de maneira discreta e rápida. Contudo, é importante lembrar que não basta um produto de qualidade, é fundamental que o procedimento seja feito por profissionais qualificados.

Ter um sorriso bonito não é apenas uma questão de estética, é também questão de saúde. Como vimos, para alcançar o sorriso desejado, muitas vezes é necessário realizar um implante dentário, mas para isso é importante estar atento às condições de sua saúde bucal, principalmente ao alinhamento. Portanto, siga nossas dicas e procure profissionais e produtos de qualidade!

Quer saber mais sobre saúde bucal e como realizar os procedimentos odontológicos de maneira adequada? Então assine nossa newsletter para ficar sempre bem informado!

Odonto Condé / Condé Invisalign Doctor CROGO/EPAO 1587, RTCD 

Dr. Alberto dos R Condé Jr 

CROGO6411

Posts relacionados

Deixe um comentário

× Gostaria de agendar uma consulta?