Prótese sobre implante ou prótese sem implante: veja as diferenças e saiba a melhor opção!

4 minutos para ler

A perda de um ou vários dentes, devido a traumas ou à falta de cuidados com a dentição, traz consequências para a vida do paciente, dificultando funções básicas e prejudicando a estética facial da pessoa. Pensando nisso, o post a seguir explica para que são indicados e o que distingue implante ou prótese como métodos que recuperam a perda dental total ou parcial.

O texto mostra, também, por que a avaliação do caso pelo cirurgião-dentista é indispensável para obter um diagnóstico satisfatório e poder escolher entre a prótese sobre implante e a prótese sem implante, voltando a sorrir sem medo de ser feliz. Tem interesse no assunto? Comece a leitura agora mesmo e tire as suas dúvidas!

Para quem são indicadas próteses e implantes dentários?

Em geral, próteses e implantes dentários são indicados quando existe perda dental, seja em todos os dentes, seja em apenas uma dentição. Dessa forma, as técnicas são indispensáveis para quem precisa recuperar a harmonia do sorriso e restabelecer funções básicas para o organismo, como a mastigação, a fonação (fala) e a respiração.

Quais são as diferenças entre prótese sobre implante e sem implante?

Existe mais de um tipo de tratamento para a perda de um ou de vários dentes. Para quem necessita de prótese sobre implante, o método usa a ancoragem da peça em outros dentes saudáveis, recuperando, dentro do indicado, as funções e a estética bucais. Por outro lado, pessoas que precisam de prótese, mas não podem ancorá-la na própria dentição, devem recorrer ao implante, que sustenta o material na mucosa.

Dessa forma, ainda que a técnica de prótese sem implante, usando a estrutura do próprio dente como base, pareça menos invasiva à boca, o uso de implante dentário na mucosa é a opção que resite melhor às cargas mastigatórias e à força no encontro do maxilar com a mandíbula.Muito embora, nunca consegue substituir em 100% o dente saudável do paciente.

Por outro lado, é comum que pacientes com perda dental há anos apresentem um comprometimento da dentição, que pode exigir correção de angulação e inclinação antes da implantação ou colocação de prótese. Se esse for o caso, o tratamento é feito com aparelho ortodôntico, seja o método tradicional fixo, com visual metálico, seja a técnica Invisalign®, com moldeiras transparentes na correção de desvios orais.

Quiz InvisalignPowered by Rock Convert

Por que a avaliação profissional é importante para o tratamento?

A avaliação com o cirurgião-dentista é indispensável para verificar a sua saúde bucal e definir uma terapia adequada para tratar possíveis problemas na dentição. Por isso, ainda que a escolha entre a prótese sobre implante ou a prótese sem implante dependa do paciente, é necessário seguir as orientações do profissional para não comprometer o tratamento odontológico.

Neste post, você entendeu quais são as diferenças entre tratamentos com implante ou prótese, identificando para quais casos clínicos os dois tipos de técnicas são recomendadas. Assim, não hesite em procurar o dentista para avaliar a sua saúde bucal periodicamente, contando com ajuda para tratar disfunções e incômodos na boca.

O texto foi útil para você, não é mesmo? Então, continue se informando sobre temas ligados à sua saúde bucal. Siga-nos nas redes sociais e receba gratuitamente outros materiais interessantes. Estamos no Facebook, no Instagram, no YouTube e no Twitter!

CDDr. Alberto dos R Condé Jr CROGO6411

Único Speaker/Professor, ao mesmo tempo, da Invisalign, Team1, Itero e Propel no Brasil

Odonto Condé / Condé Invisalign Doctor CROGO/EPAO 1587, RTCD

Posts relacionados

Deixe um comentário

× Gostaria de agendar uma consulta?