O que é retração gengival e como tratar? Saiba aqui!

4 minutos para ler

A retração gengival acontece quando há um afastamento da gengiva, expondo a raiz dentária e aparentando que os dentes estão maiores. Além do prejuízo estético causado pela retração nas gengivas, muitas vezes, o paciente ainda sofre com dores, devido ao aumento da sensibilidade a bebidas e alimentos quentes e gelados.

Apesar da retração gengival ser irreversível, ou seja, uma vez que ela retrocede, não volta ao lugar de origem sozinha, o problema é tratável. Mas, antes de falarmos sobre tratamento e formas de evitar o distúrbio, vamos entender o que causa o afastamento das gengivas.

O que causa a retração gengival?

Uma das principais causas é o mau posicionamento dos dentes que geram interferências oclusais, isto é, o dente toca o antagonista de forma errada, gerando forças que manifestam seu efeito destrutivo na gengiva e no terço cervical dos dentes. Entretanto, a qualidade da gengiva é um fator hereditário. Infelizmente, a maioria das pessoas ainda acredita que escovar os dentes com muita força e problemas periodontais sejam a principal causa.

Ainda, quem usa aparelho ortodôntico sem a periódica atenção do dentista, tem próteses fixas mal posicionadas ou sofre com baixa produção de saliva, estão no grupo de risco para desenvolver a retração gengival.

Quais são os riscos para quem sofre com o problema?

Além de sensibilidade, que pode ser agravada no caso de pacientes que sofrem de retração gengival, quando a raiz do dente está exposta, ele fica mais vulnerável a cáries, perda da estrutura, ainda mais sensibilidade e até precisar de fazer “canal” no dente ou mesmo condená-lo.

Quais as opções de tratamento?

Embora a retração gengival seja irreversível, como citamos no início, ela tem tratamento, que é indicado dependendo de suas causas. Vejamos as opções de correção do problema.

Remoção das interferências oclusais

Seja por ajuste oclusal por slices ou por acréscimo de material, os dentes “batendo” um no outro de maneira errada é extremamente prejudicial para o periodonto e para o dente. Outra alternativa é o uso do aparelho ortodôntico mas, se o paciente rejeita o uso do fixo, uma boa alternativa é usar o Invisalign, uma séria de alinhadores removíveis trocadas pelo paciente em casa que é removido na hora de comer e escovar os dentes, além de ser praticamente invisível, confortável e manter o estilo de vida do paciente. Temos grande experiência nesses casos.

Limpeza profunda

Em todos os casos, o dentista realiza uma limpeza profunda para retirar a placa bacteriana e o tártaro acumulados entre os tecidos e os dentes. Além disso, ainda é feita uma raspagem e alisamento radicular. Saúde é básico para permitir os próximos trabalhos odontológicos…

Quiz Invisalign

Enxerto gengival

Dependendo do grau do afastamento nas gengivas e da posição dos dentes, será necessário um enxerto de tecido. Nesse caso, o dentista retira uma parte do tecido do céu da boca do próprio paciente. O procedimento não pode doer porque o profissional aplicará a anestesia antes de fazer a incisão. O que a pessoa pode sentir é um leve desconforto. Mas, depois, no local podem surgir aftas que deverão ser tratadas, também!

Além de cobrir as raízes expostas, o enxerto evita progressão da doença e auxilia na regeneração do tecido danificado.

Recobrimento com resina

Outra opção para cobrir as raízes dos dentes expostas pela retração gengival é o uso de resina composta ou facetas. O procedimento é semelhante às restaurações por lesões de cárie e, quando são feitas nas raízes, evitam outros danos à estrutura dentária. Há pacientes que se submetem ao enxerto gengival e não fazem a remoção da causa, passado algum tempo, ou até mesmo anos, o problema volta a aparecer.

 

Como evitar que minhas gengivas se retraiam?

Para prevenir a retração gengival é recomendado ter uma mordida saudável mas, só o dentista, fazendo a análise oclusal consegue identificar onde estão as interferências oclusais e quais as opções para removê-las. Isso deve ser associado a uma correta higiene bucal. Não basta apenas deixar de colocar muita força na hora de escovar os dentes e só usar escovas ultra macias. As visitas regulares ao dentista também são importantes para prevenção.

Agora que você já sabe as causas e as opções de tratamento para retração das gengivas, está na hora de saber tudo sobre plástica gengival. Então, confira o e-book que preparamos especialmente sobre o assunto!

Att.,

CD Dr. Alberto dos R. Condé Jr.

CRO-GO 6.411

Posts relacionados

Deixe um comentário

× Gostaria de agendar uma consulta?