Obturação dentária: confira tudo sobre esse assunto!

4 minutos para ler

Obturação dentária consiste em um termo antigo da Odontologia que já foi substituído pela expressão “restauração” da porção afetada pela cárie e tem o objetivo de restabelecer a saúde, a função e a estética do dente. A cárie é causada por uma infecção bacteriana e o seu tratamento deve ser feito o quanto antes, uma vez que pode atingir a raiz do dente e causar problemas maiores, como o canal radicular e, sem tratamento, pode evoluir para o edema, a septicemia e até a morte do paciente.

Além disso, a obturação é utilizada para reconstituir dentes quebrados, desgastados ou intercisos. O material utilizado, geralmente, é a amálgama ou resina, pois obtêm bastante eficiência e dura vários anos.

Apresentaremos, a seguir, tudo o que você precisa saber sobre esse procedimento, com destaque para a sua funcionalidade e possíveis dúvidas sobre o assunto. Continue a leitura e confira!

Quais as etapas do tratamento?

A primeira etapa do tratamento é o diagnóstico feito pelo dentista. Esse profissional realizará exame clínico e radiográfico para identificar a cárie e, se necessário, exame de imagem, como a radiografia para avaliar em que estado se encontra a saúde do dente e a extensão da cárie.

O procedimento é realizado de acordo com as seguintes etapas:

Anestesiar o local da boca a tratar

Aplicação de anestesia na área afetada a fim de evitar desconfortos no decorrer do procedimento. Entretanto, existe o gel papacárie que, quando indicado, remove completamente a cárie sem a necessidade de anestesia ou do uso da broca dentária.

Remover os tecidos cariados

Os instrumentos comumente utilizados são a broca dentária, o jato abrasivo ou laser. O local afetado e a indicação vão definir qual mecanismo utilizar.

Limpar os resíduos

Consiste em preparar o local para receber a obturação.

Quiz Invisalign

Colocar o material de obturação/restauração

Aplicação do material de preenchimento. Atualmente, o mais utilizado são as resinas, porcelanas e, raramente é utilizado o amálgama de cor prata.

Lavar e polir o dente afetado

Remoção de excessos de forma a não interferir na articulação da arcada dentária e ajuste à altura do dente. Além disso, o local deve ser polido para que adquira um aspecto novo e brilhante.

Quais os cuidados necessários ao se realizar uma obturação dentária?

Após a restauração, os dentes podem apresentar dor e sensibilidade que duram horas ou até dias.

Alguns cuidados especiais devem ser levados em consideração:

  • evite alimentos pegajosos. Esse tipo de alimento pode, em casos raros, fazer com que solte a nova restauração;
  • evite bebidas muito quentes ou muito frias. Essas temperaturas costumam desencadear dor em dentes sensíveis;
  • evite doces. Comer açucares mais do que 3 x por dia são o maior estímulo para causar sensibilidade e podem promover o crescimento de bactérias em torno das restaurações;
  • não mastigue nozes, balas duras ou gelo. Além de acarretar pressão indevida sobre os dentes, morder alimentos duros pode levar quebra e à soltura da nova restauração e até mesmo do próprio dente;
  • escove os dente CORRETAMENTE após as refeições para evitar acúmulo de alimento e uma possível infecção por bactérias;
  • siga sempre as orientações do seu dentista e, em caso de dúvida ou desconforto, procure-o para verificar as causas e possíveis soluções.

Qual a diferença entre obturação e restauração?

A obturação dentária é definida como “fechar” buracos e só! Mas, restaurar vai muito além disso. O amálgama era um material de boa qualidade e duração. No entanto, esteticamente não agrada ao cliente e pode até comprometer sua autoestima.

A restauração envolve o restabelecimento da saúde, da função oclusal e da estética e é realizada com resina, uma massa branca praticamente igual à cor do dente, o que preserva a estética e deixa o paciente mais satisfeito. Também pode ser feita em dentes quebrados, quando indicada..

Portanto, a técnica de obturação dentária é um procedimento simples e sem grandes desconfortos. Além disso, é de fácil diagnóstico e custo acessível. Agora que você já está inteirado sobre o assunto, não perca tempo e garanta um sorriso saudável.

Gostou deste post? Resta alguma dúvida? Deixe seu comentário abaixo!

Att.,
CD Dr. Alberto dos R. Condé Jr.
CRO-GO 6.411 

Posts relacionados

Um comentário em “Obturação dentária: confira tudo sobre esse assunto!

Deixe um comentário

× Gostaria de agendar uma consulta?