Problemas de língua: conheças os principais e as causas

6 minutos para ler

Problemas de língua podem ser causados por diversos fatores e, quando essa parte do corpo é afetada por algum distúrbio, ela apresenta mudanças em sua estrutura e sintomas como dor, inchaço, irritação, alteração na aparência, entre outras características peculiares.

É importante ficar atento a qualquer tipo de mudança na língua, pois a saúde desse órgão diz muito a respeito da nossa saúde e bem-estar. Por isso, a qualquer sinal de alteração em sua estrutura, você deve procurar um profissional imediatamente para que ele faça o diagnóstico e o tratamento do problema.

Neste post, vamos citar os principais problemas de língua, suas causas e como é feito o tratamento. Acompanhe!

Lesões leucoplásicas

Essa lesão é caracterizada pela presença de pequenas placas esbranquiçadas na língua e, muitas vezes, no interior das bochechas e gengivas. Essas manchas não causam nenhum tipo de incômodo ao paciente, como dores, queimação ou coceira e, geralmente, desaparecem sem a necessidade de um tratamento específico.

A principal causa desse tipo de lesão é o uso de tabaco, mas o consumo de alimentos e bebidas irritantes como o álcool também contribui para o aparecimento do distúrbio.

Os sintomas são a presença de manchas que não saem com a escovação e uma textura irregular ou mais lisa. Em casos mais graves, aparecem pontos vermelhos por cima das manchas brancas, que podem ser um indicativo da presença de câncer bucal. Quando isso acontece, o médico deve ser consultado.

Já em outros casos, essa condição pode ser sinal do vírus Epstein-Barr, que é uma infecção mais comum em pessoas que têm um sistema imunológico enfraquecido pela presença de algum tipo de doença como AIDS. 

Porém, vale ressaltar que, na maioria dos casos, essas lesões são benignas e não representam nenhum tipo de riscos nem à saúde da boca e nem ao organismo do paciente.

Lesões traumáticas na língua

As lesões por algum tipo de trauma são as principais causas do incômodo na língua. Isso porque esse órgão tem várias terminações nervosas e, por isso, é mais sensível à dor do que o restante do corpo.

As lesões ocorrem por diversos fatores como mordidas acidentais na língua ou pela presença de úlceras. No caso de mordidas, as feridas cicatrizam bem rápido e não há necessidade de ajuda profissional. Da mesma forma, quando há presença de úlceras, também não há motivos para preocupação, pois os machucados desaparecem rápido.

Língua fissurada

Esse quadro é caracterizado por diversos cortes presentes no dorso da língua. Apesar ser um pouco incômodo, essa anomalia não tem nenhuma causa específica, mas se trata de uma condição genética da pessoa.

Os indivíduos mais afetados pelo problema são aqueles com psoríase, acromegalia ou que têm alguma síndrome, como a de Down, a de Sjögren, a Melkersson-Rosentha.

Por se tratar de uma condição genética, a língua fissurada não tem tratamento, mas o paciente precisa ter cuidados redobrados com a higiene bucal. Isso porque as fissuras facilitam o acúmulo de bactérias causadoras do mau hálito.

Por isso, além de higienizar corretamente o dorso da língua, é preciso usar enxaguante bucal uma vez ao dia, mas com orientação do dentista, é claro!

Quiz Invisalign

Língua geográfica

A língua geográfica não é uma doença e também não representa reais problemas de saúde para o paciente, mas prejudica bastante sua estética bucal. Essa condição deixa a língua com uma aparência de mapa de alto-relevo.

Quando o paciente sofre com o problema, sua língua apresenta áreas vermelhas, bem delimitadas, além de bordas brancas e irregulares que desaparecem e surgem semanas ou meses depois até em outras regiões. As lesões são mais comuns na parte de trás e nas laterais da língua.

Geralmente, a língua geográfica não causa nenhum tipo de sintoma preocupante, mas em alguns casos o paciente sente ardência, aumento da sensibilidade e dor, principalmente na hora de consumir alimentos ácidos, quentes ou muito temperados.

O problema só precisa ser tratado quando a queimação na língua é muito intensa. Nesses casos, o uso de corticoides em forma de pomadas alivia os sintomas. As causas da língua geográfica ainda não são claras, mas pesquisadores sugerem que ela é mais comum em pessoas com doenças como psoríase, dermatite e língua fissurada.

Já outros estudiosos associam o quadro a problemas hormonais, predisposição genética, alergias, Síndrome de Down e até mesmo falta de nutrientes no organismo. 

Língua pilosa

Esse é um dos problemas de língua mais comuns, que é caracterizado pela presença de uma saburra escurecida no dorso do órgão. Isso acontece pelo acúmulo acentuado de queratina — proteína fibrosa e pouco indissolúvel, que é a principal constituinte de cabelos, unhas, tecidos e pelos. 

Quando a língua do paciente está fibrosa, o dorso fica com uma aparência semelhante à de pelos, o que não é nada estético para o visual do paciente.

O problema ocorre devido a um aumento da produção de queratina ou por uma diminuição da descamação da queratina normal. As causas ainda são desconhecidas, mas a anomalia é mais presente em pessoas que fumam.

Pessoas com falta de uma boa higiene bucal e pacientes com debilitação ou que passaram por tratamento como radioterapia — nas regiões da cabeça e pescoço — também podem sofrer com o problema.

O tratamento para língua pilosa é simples e consiste em fazer a descamação das papilas. O procedimento pode ser feito por meio de raspagem ou até mesmo em casa, com o auxílio de um raspador de língua. No mais, o cigarro e medicamentos que contribuem com o problema devem ser abandonados e o paciente deve manter uma boa higiene bucal.

Como você viu, os principais problemas de língua geralmente não causam nenhum tipo de dano grave ao paciente, mas é preciso cuidado. Quando você identificar uma alteração qualquer nessa parte de seu corpo, não hesite em procurar o médico ou o dentista. Isso porque eles vão orientar você corretamente sobre a anomalia e tirar todas as suas dúvidas sobre o assunto.

O que achou do post? Foi suficiente para tirar suas dúvidas sobre as principais anomalias na língua, suas causas e tratamento? Conte para nós deixando seu comentário! 

Att.,

CD Dr. Alberto dos R. Condé Jr.

CRO-GO 6.411

Posts relacionados

Deixe um comentário

× Gostaria de agendar uma consulta?