Afinal, quando fazer a troca de escova de dente?

4 minutos para ler

Hoje, ter um sorriso harmônico é o desejo da maior parte das pessoas, não apenas pela aparência facial, mas também pela importância das funções da boca. No entanto, para ter uma dentição bonita e saudável, é preciso fazer uma rotina de higiene bucal, que depende, entre outros fatores, da constante troca de escova de dente.

Pensando nisso, este texto mostra por que a escova de dente deve estar em boa condição para fazer uma escovação eficaz e explica quais são as dicas que ajudam a perceber quando é hora de trocar de escova dental. Ao fim, você fica por dentro das recomendações de escova para quem tem uma dentição desalinhada.

O tema desperta curiosidade, não é? Continue a leitura e descubra mais informações!

Quais dicas ajudam a saber quando é o momento para trocar a escova?

Inicialmente, é preciso entender que manter a escova dental em boas condições é uma dica indispensável para ter uma escovação eficaz, removendo resíduos de alimentos da dentição e evitando possíveis problemas na cavidade. Contudo, quando é hora de trocar a escova de dente? Confira dicas abaixo!

Desgaste das cerdas

A primeira característica na qual você deve prestar atenção é o desgaste das cerdas, que são responsáveis por remover os restos de comida da boca. Quando esse material começa a ser consumido pelo atrito entre o objeto e a dentição, é hora de adquirir outra escova.

Após gripes e resfriados

Outra dica é modificar a escova de dente após contrair infecções na boca, dor de garganta, gripe ou resfriado. O motivo é que os germes, responsáveis pelas patologias, podem se alojar nas cerdas do dispositivo, comprometendo a saúde do paciente.

Tempo de uso

Por fim, o tempo de uso, que é o período no qual um objeto funciona plenamente, é um indicativo para trocar a escova. Em geral, os fabricantes recomendam que a troca seja feita a cada 3 meses, quando as cerdas começam a ficar danificadas, devido à rotina diária de higienização. Para quem usa aparelho fixo a troca pode ser mensal.

Qual é o tipo de escova mais recomendado?

Em geral, os dentistas indicam escovas com cerdas macias e cabeça pequena, as quais conseguem remover restos de alimentos e placa bacteriana dos dentes e da gengiva. No entanto, é preciso fazer uma consulta com um especialista para analisar o caso clínico em particular.

Quiz InvisalignPowered by Rock Convert

Quem tem dentes tortos e desalinhados, por exemplo, precisa redobrar a atenção com a escovação. Uma vez que a disfunção dificulta a passagem das cerdas pela dentição, levando, consequentemente, ao maior acúmulo de resíduos orgânicos na boca.

Contudo, é importante lembrar de que problemas no crescimento e no desenvolvimento dos dentes podem ser resolvidos com uso de aparelho ortodôntico. Atualmente, o aparelho fixo, que implica o uso de um dispositivo metálico, não é a única opção. Os alinhadores invisíveis, como o Invisalign®, que tem os recursos biomecânicos para o Ortodontista fazer a movimentação dentária sem alterar a estética facial da pessoa.

Neste post, você percebeu por que e quando fazer a troca de escova de dente, uma precaução necessária para ter uma escovação eficaz. O tempo médio indicado para mudar esse objeto, que facilita a assepsia da boca, é de 3 meses, mas pessoas com problemas ortodônticos devem procurar ajuda especializada para saber como melhorar a higienização oral.

O artigo foi interessante? Se sim, continue se informando sobre dicas que melhoram a escovação e a limpeza da boca. Saiba agora qual é a melhor opção de escova dental para manter o sorriso harmônico!

Odonto Condé / Condé Invisalign 

Doctor CROGO/EPAO 1587, RTCD 

Dr. Alberto dos R Condé Jr 

CROGO6411

Posts relacionados

Deixe um comentário

× Gostaria de agendar uma consulta?