Veja 3 possíveis problemas de tirar o aparelho antes do tempo

4 minutos para ler

Quem não quer tratar os desvios da mordida e do alinhamento da dentição e ficar com o sorriso das celebridades, dentro do possível e do indicado? A resposta parece óbvia, mas o que nem todos sabem é que os resultados estéticos e funcionais do tratamento ortodôntico estão conectados ao conhecimento do dentista e do seu progressivo acompanhamento clínico. Infelizmente, muitos pacientes são ingênuos ao perguntar “quanto custa o aparelho” ao invés de, o que está indicado para mim e como será meu planejamento, acompanhamento e fase pós-tratamento.

Pensando nisso, a seguir vamos mostrar por que não se deve tirar o aparelho antes do tempo. Os pacientes devem manter o aparelho ortodôntico durante todo o período recomendado para evitar as consequências graves, como deixar os dentes entortarem, desgastes na mordida e até comprometimento gengival manifestado nas retrações da gengiva.

Continue a leitura agora mesmo e tire todas as dúvidas sobre o tema!

Por que completar o tratamento com aparelho nos dentes?

Antes de entender por que completar o tratamento ortodôntico é essencial, saiba que a Ortodontia é a ciência que ajuda a prevenir e tratar problemas no desenvolvimento dos arcos dentários e da face, a má oclusão e disfunções dentárias. Por isso, é importante contar com o diagnóstico e planejamento do dentista da Ortodotnia, que vai falar do período indicado para o tratamento de cada paciente.

É possível tirar o aparelho antes do tempo adequado?

Muitas pessoas chegam com esta dúvida ao consultório: é possível parar os tratamentos ortodônticos antes do tempo previsto? Na verdade, o paciente até poderia interromper a técnica quando desejar. No entanto, o risco de comprometer tudo o que já foi feito, danificar o sorriso e ter problemas mais sérios de saúde é altíssimo, ainda mais se ele não usar a contenção ortodôntica.

Quais são os 3 problemas de interromper um tratamento ortodôntico?

Até agora, você entendeu que o período de tratamento ortodôntico é essencial para tratar disfunções dento-faciais. Mas quais são, exatamente, os problemas associados à falta de conclusão do tratamento? A resposta tem a ver com, pelo menos, três adversidades.

1. Dentes voltam a entortar

Graças ao dentista, os aparelhos dentários pressionam a dentição para mover os dentes à posição adequada. Retirar os dispositivos antes do tempo adequado compromete os resultados obtidos e faz com que os dentes voltem entortar e ficar em uma posição disfuncional. É muito comum o dente entortar até mais do que era antes de usar o aparelho devido a remoção precoce.

2. Problemas na mordida

Uma das principais funções bucais é a oclusão, ou seja, a forma como se mastiga os alimentos. Nesse sentido, o mau posicionamento dos dentes compromete a mastigação e chega até a ocasionar problemas an gengiva e até gástricos. Caso o paciente opte por interromper o tratamento, a consequência pode ser agravar os problemas de mordida.

3. Desgaste dos dentes

Há razões para que a dentição cresça na posição adequada. Quando a pessoa tem desvios no crescimento dentário, usar aparelho ortodôntico é uma opção viável para tratar as disfunções. Com a paralisação do método, ocorrem desgastes na dentição pouco a pouco. Sem contar que a gengiva, numa mordida torta, fica com retrações na gengiva cada vez maiores.

Como um bom profissional ajuda a manter e acelerar o tratamento?

O dentista é o profissional recomendado para diagnosticar e tratar problemas na saúde oral. Portanto, os tratamentos ortodônticos são iniciados e mantidos por esse profissional, que também pode indicar formas de acelerar o metabolismo ósseo do paciente.

Lembrando que, se o paciente está se sentindo “enrolado” ou não aguenta mais usar o aparelho fixo convencional, deve buscar uma segunda opinião e conhecer um profissional de referência sobre o sistema Invisalign.

Neste conteúdo, você observou como é importante concluir os procedimentos ortodônticos de acordo com a recomendação do seu dentista e prevenir alguns infortúnios ligados à falta de continuidade, como volta dos dentes à posição original, desgaste da dentição e desvios na mordida.

Gostou do artigo? Agora que já sabe por que não tirar o aparelho antes do tempo e quais são os principais problemas ligados à interrupção do tratamento, deixe um comentário contando suas dúvidas e experiências para manter a saúde bucal!

 

Odonto Condé / Condé Invisalign

Doctor CROGO/EPAO 1587,  RTCD

Dr. Alberto dos R Condé Jr

CROGO6411

Posts relacionados

Deixe uma resposta

× Gostaria de agendar uma consulta?