Veja as principais maneiras de tratar o bruxismo

4 minutos para ler

O bruxismo é o ato de ranger e apertar os dentes durante o sono e, às vezes, durante o dia também. Esse problema costuma surgir na infância, causado por estresse e ansiedade, mas pode perdurar até a idade adulta.

Com o tempo, ele pode acarretar diversas complicações, mas a boa notícia é que é possível prevenir os danos e tratar as sequelas do bruxismo. Quer saber como? Continue acompanhando!

Causas do bruxismo

Na maioria dos casos de bruxismo, as causas são relacionadas ao estresse, à ansiedade e a outros distúrbios psicológicos. Em algumas pessoas, o problema está relacionado à má formação da mordida, que não se encaixa corretamente. Quem sofre de apneia do sono também pode manifestar bruxismo.

O uso de álcool, cigarro e drogas pode agravar o bruxismo, apesar de parecer uma boa ideia para quem quer relaxar antes de dormir. Alguns medicamentos psiquiátricos também podem causar ou piorar o ranger de dentes.

Consequências do bruxismo

O nosso maxilar é uma das partes mais fortes do nosso corpo. Ele pode moer alimentos muito duros e demora a se cansar. Por isso, é fácil imaginar o grande estresse que o bruxismo causa em toda a região da cabeça. Depois de uma noite rangendo e apertando os dentes, é comum sentir dor nas têmporas, no ouvido, no próprio maxilar e dor de cabeça tensional.

Com o tempo, pode, além dessas dores, ocorrer desgaste dos dentes, aumento de sensibilidade dental e até amolecimento dos dentes. Podem surgir outros sintomas, como dores no pescoço e ombros, zumbido nos ouvidos e dores e estalos ao abrir a boca ou ao mastigar.

Tratamento com placas dentárias

Uma solução para aliviar a vida de quem sofre de bruxismo é o uso de placas dentárias específicas. Elas podem ser feitas de acrílico, silicone ou outros materiais, de acordo com a necessidade.

Quando indicadas e usadas conforme a prescrição do profissional, as placas dentárias ajudam a aliviar a pressão que o maxilar exerce durante o sono. A força é distribuída por toda a boca e, dessa forma, atenuada.

Para saber se esse é o tratamento correto, o ideal é consultar um bom dentista. Esse profissional avaliará qual o diagnóstico e a seleção do melhor modelo de placa e se serão necessários outros tratamentos, como o uso aparelhos ortodônticos corretivos ou mesmo envolvimento de mais profissionais.

Quiz Invisalign

Outras terapias para tratar o bruxismo

Além do uso de uma placa dentária para proteger os dentes, é importante que se busque ajuda para tratar as causas do bruxismo. O bruxismo é causado por estresse e transtornos psicológicos que exigem avaliação/conduta de outros profissionais.

Algumas ações como uso de medicamentos fitoterápicos calmantes, acompanhamento psicológico, prática de exercícios físicos e outros métodos que aliviem a tensão e o estresse são boas opções para quem busca controlar o rangimento noturno.

Consumir alimentos difíceis de se mastigar durante a noite, como cenoura crua e vegetais mais firmes não vai diminuir o bruxismo.

Evite estímulos exagerados para sua idade e horário tais como celular para crianças. Essas ações proporcionam um sono agitado e podem agravar o bruxismo.

Caso você sinta dificuldade para dormir, prefira chás calmantes, como os de camomila e alecrim, e estabeleça rotinas relaxantes antes de ir para a cama, como tomar um banho morno e massagear os pés e as mãos.

A vida agitada e estressante pode ter consequências sérias na nossa saúde. Por isso, é importante buscar tratamento o quanto antes.

Quem tem bruxismo não pode descuidar dos dentes, que ficam mais suscetíveis à quebra e a rachaduras. Mas com a proteção das placas dentárias e outros tratamentos associados, é possível ter uma boa qualidade de vida e efetivamente tratar as sequelas do bruxismo.

Descubra também os principais mitos e verdades sobre o bruxismo!

Att, CD Dr. Alberto dos R Condé Jr crogo6411

Posts relacionados

Deixe um comentário

× Gostaria de agendar uma consulta?